Para manter o bem-estar psicológico 

das crianças e adolescentes na quarentena

Para manter o bem-estar psicológico 

das crianças e adolescentes na quarentena

Para manter o bem-estar psicológico das crianças e adolescentes na quarentena

Nos últimos meses, o mundo mudou muito. Não apenas para os adultos, mas também para crianças e adolescentes. 

Por serem fases tão importantes para o desenvolvimento humano, é preciso ter muita atenção ao bem-estar psicológico, físico e social dos mais jovens em meio à pandemia.

Por isso selecionamos dicas que podem ajudar nesse momento.

Clique e confira! Clique nas partes destacadas e descubra mais. 

Crianças

Uma das grandes virtudes da infância é a curiosidade: novas descobertas, conhecer as pessoas, as diferenças, as ruas… o mundo e o convívio social, de maneira geral. De um dia para o outro, muitas crianças passaram a ficar em casa para cumprir o isolamento social.

É claro que isso pode causar grande impacto no bem-estar, inclusive no aspecto psicológico. Nesses casos, pode ser muito importante desenvolver algumas atividades básicas. Para te ajudar, selecionamos dicas excelentes; confira: 

Interação social: com o seu acompanhamento, permita que as crianças usem a tecnologia para ver e falar com parentes, coleguinhas de escola e pessoas que tragam boas sensações emotivas para elas. 

Continuar descobrindo: graças aos avanços tecnológicos, é possível conhecer muita coisa sem sair de casa. Separe parte do seu dia para explorar novas áreas de conhecimento com as crianças, pesquisem juntos sobre o mar, a terra, o espaço, histórias e etc.   

Aprendizado: se a escola oferece o ensino à distância, é preciso mantê-lo. Caso contrário, busque formas de incentivar o conhecimento com dicas que podem ser acessadas clicando aqui. 

Brincando: as brincadeiras também não podem parar, elas são essenciais para o desenvolvimento infantil. Clicando aqui, você pode conhecer 21 atividades para fazer em casa com as crianças.

Crianças

Uma das grandes virtudes da infância é a curiosidade: novas descobertas, conhecer as pessoas, as diferenças, as ruas… o mundo e o convívio social, de maneira geral. De um dia para o outro, muitas crianças passaram a ficar em casa para cumprir o isolamento social.

É claro que isso pode causar grande impacto no bem-estar, inclusive no aspecto psicológico. Nesses casos, pode ser muito importante desenvolver algumas atividades básicas. Para te ajudar, selecionamos dicas excelentes; confira: 

Interação social: com o seu acompanhamento, permita que as crianças usem a tecnologia para ver e falar com parentes, coleguinhas de escola e pessoas que tragam boas sensações emotivas para elas. 

Continuar descobrindo: graças aos avanços tecnológicos, é possível conhecer muita coisa sem sair de casa. Separe parte do seu dia para explorar novas áreas de conhecimento com as crianças, pesquisem juntos sobre o mar, a terra, o espaço, histórias e etc.   

Aprendizado: se a escola oferece o ensino à distância, é preciso mantê-lo. Caso contrário, busque formas de incentivar o conhecimento com dicas que podem ser acessadas clicando aqui. 

Brincando: as brincadeiras também não podem parar, elas são essenciais para o desenvolvimento infantil. Clicando aqui, você pode conhecer 21 atividades para fazer em casa com as crianças.

Adolescentes

As dicas para os adolescentes são similares às das crianças em alguns aspectos, como interação social, entretenimento e aprendizado. A diferença, entretanto, se dá na liberdade que os jovens prezam e gostam. 

Diálogo: acima de tudo, mantenha o diálogo com os jovens, converse e priorize esse momento. Eles também precisam e muito de atenção neste período. 

Liberdade e privacidade: outra coisa que essa fase pede é liberdade e confiança. Foque em períodos do dia para eles mesmos e respeite os momentos. 

Entretenimento: se os games já ocupavam boa parte do tempo deles, agora é preciso tomar cuidado para isso não se tornar o único e exclusivo tipo de diversão. É uma boa ferramenta, mas não pode ser a única. Convide-os para assistirem a filmes, séries e esportes em família. Esse momento é importante.  

Rotina: manter uma agenda para os dias dos adolescentes é importante, afinal, entre várias outras coisas, eles também estão em um momento de criar responsabilidades e compromissos. 

Ninguém é perfeito: todo mundo está tendo alguns dias mais complicados. A quarentena não é uma corrida por produtividade mas, sim, um momento de cuidado e reflexão. Então, os erros são naturais e aceitáveis. 

Adolescentes

As dicas para os adolescentes são similares às das crianças em alguns aspectos, como interação social, entretenimento e aprendizado. A diferença, entretanto, se dá na liberdade que os jovens prezam e gostam. 

Diálogo: acima de tudo, mantenha o diálogo com os jovens, converse e priorize esse momento. Eles também precisam e muito de atenção neste período. 

Liberdade e privacidade: outra coisa que essa fase pede é liberdade e confiança. Foque em períodos do dia para eles mesmos e respeite os momentos. 

Entretenimento: se os games já ocupavam boa parte do tempo deles, agora é preciso tomar cuidado para isso não se tornar o único e exclusivo tipo de diversão. É uma boa ferramenta, mas não pode ser a única. Convide-os para assistirem a filmes, séries e esportes em família. Esse momento é importante.  

Rotina: manter uma agenda para os dias dos adolescentes é importante, afinal, entre várias outras coisas, eles também estão em um momento de criar responsabilidades e compromissos. 

Ninguém é perfeito: todo mundo está tendo alguns dias mais complicados. A quarentena não é uma corrida por produtividade mas, sim, um momento de cuidado e reflexão. Então, os erros são naturais e aceitáveis.